Porquê um sabonete artesanal?

Inicio esta minha apresentação com uma simples pergunta:

– Como é que escolhe o seu sabonete?

– Para mim, em 98% das vezes era pelo preço (aliado ao aroma, é evidente), quem ditava a escolha.

Mas…

com uma infinita oferta de sabonetes que podemos encontrar em qualquer prateleira de um supermercado, o porquê de fazer sabonetes à mão, sabendo sobretudo que estes têm custos de produção bem mais elevados?!!!

A minha razão é simples. Um dia decidi ler o rótulo de um sabonete e fazer uma busca na Internet para saber que ingredientes eram aqueles que faziam parte da composição daquele sabonete.

Mas também descobri que existe uma alternativa aos sabonetes industriais. Bem… não foi bem uma descoberta pois a minha mãe já me tinha dito que no tempo da sua avó, o Sabão de Banho e Sabão da Roupa eram feitos em casa, isto na altura da I Grande Guerra e até aos anos 1930/1940!

Nesses tempos em que eram feitos em casa, o Sabão de Banho chamava-se Sabão Fino, Sabão de Paris ou Sabão de Veneza, conforme a origem dos ingredientes que eram adicionados, hoje em dia chamamos-lhe simplesmente: Sabonete.

Naqueles tempos, eram feitos com ingredientes naturais tais como gorduras de origem animal ou vegetal e como agente saponificante a chamada água de cinzas. Este processo caseiro de produção de sabão natural, foi entretanto desaparecendo da nossa memória colectiva, de tal  modo que hoje em dia quando digo a alguém que produzo o meu próprio Sabão de Banho, vulgo sabonetes, sou olhada como se fosse um verdadeiro E.T.

Decidi pois, mergulhar na memória das pessoas mais sábias, em velhas prateleiras de alfarrabistas e em gavetas cheias de velhos apontamentos e resgatar este conhecimento esquecido na memória do tempo. Após muitas pesquisas e ainda mais experiências (umas bem sucedidas e outras não tão bem sucedidas), os resultados a que cheguei foram absolutamente FANTÁSTICOS!

Pus de parte as gorduras de origem animal e passei a usar apenas gorduras de origem vegetal.

Além dos óleos e/ou manteigas que são a base de um Sabão de Banho (sabonete), uso como aditivos ingredientes naturais, tais como: mel, leite de cabra, leite de aveia, ervas aromáticas, argilas, lamas (Mar Morto), cera de abelha, flores secas ou em pó, tais como: a Alfazema, a Camomila, o Jasmim, Alecrim, que vão passar para o sabonete as suas propriedades calmantes, ou as propriedades purificantes do Alecrim e do Tomilho, ideais para um relaxante banho antes de se deitar. Enquanto que, as argilas são óptimas para limpezas de pele, sendo a argila verde para peles oleosas e a argila branca pela sua suavidade, é mais indicada para peles secas.

Como pigmentos naturais utilizo os de origem vegetal e/ou mineral. Dos vegetais destaco a canela, a clorofila, o café, o caril, o cacau. Dos minerais, são vários os óxidos que se pode usar, especialmente para se obter a cor vermelha pois é muito difícil de ser obtida de um vegetal.

Conforme os ingredientes usados, pode-se até obter um Sabão de Banho com características terapêuticas.

A adição de óleos essenciais, considerados a alma das plantas, são componentes bioquímicos de acção terapêutica de plantas medicinais e aromáticas. De tal modo são importantes os benefícios da utilização dos óleos essenciais, que deu origem a uma terapia: a Aromo-terapia.

Os meus óleos essenciais básicos são o de Alfazema,  Bergamota e Alecrim. Sem estes falta-me sempre algo…

No entanto devido à natureza extremamente volátil dos óleos essenciais, prefiro usar em substituição dos óleos essenciais, as infusões de plantas, quer em azeite ou óleo, quer em água (chá), pois além de se extraírem as propriedades das plantas, também se extraem os seus aromas.

Deste modo antigo de produzir sabonetes há a destacar a utilização exclusiva de óleos vegetais que, alimentem a sua pele de um modo natural e a utilização de de aditivos que naturalmente cuidam, protegem e equilibram a sua pele…

Os sabonetes assim feitos são:

100% naturais

100% vegetais

100% artesanais

Para quem procura uma alternativa aos sabonetes mass-market, o Sabão de Banho é a sua escolha!

Além de serem feitos com muito amor, dedicação e carinho, também são feitos de acordo com a legislação europeia e encontram-se registados.

Os nossos produtos são ADEQUADOS A VEGETARIANOS E VEGAN.

NÃO TESTADO EM ANIMAIS

. 

PARTILHE e DIVULGUE

Se quiser mais informações envie um email para : sabaodebanho@sapo.pt

Anúncios

9 responses to “Porquê um sabonete artesanal?

  1. Felicito-os pela apresentação da vossa alma …o sabão. Pela primeira vez vejo de forma clara a justificação da escolha …dos métodos…do produto final.
    Parabéns…sei do que falo…também sou saboeira!

  2. “Além dos óleos e/ou manteigas que são a base de um Sabão de Banho (sabonete), uso como aditivos ingredientes naturais, tais como: mel, leite de cabra (…) Os sabonetes assim feitos são:(…)100% vegetais (…)”
    Então mas se têm mel e leite de cabra como é que são 100% vegetais e adequados a veganos?

    • Olá bom dia
      agradeço a sua pergunta e aqui estou para prestar todos os esclarecimentos.
      A base dos sabonetes é 100% vegetal, os aditivos é que variam conforme o sabonete de que estamos a falar,
      Num reino de mais de 20 sabonetes diferentes, 95% dos meus sabonetes são 100% vegetais, ou seja, uso apenas óleos essenciais, nos restantes 5% é que uso o referido Mel e o dito Leite ( (são apenas 3 sabonetes : Mel e Canela, Leite de Cabra e Rosas e Leite de Burra). E ainda me falta publicar mais de 10 variedades, todas: 100% vegetais.
      Se passar uma vista de olhos nos meus sabonetes, chegaria a essa conclusão.
      A cera de abelha, uso apenas nos bálsamos labiais, já experimentei com cera de azeite mas além do balsamo ficar demasiado mole, e depois de sólido a cera engruma, e parece que estamos a usar um esfoliante de lábios e não um balsamo, de modo que, tive que voltar à cera de abelha.
      Agradeço-lhe também, por me alertar para a composição do texto e o uso correcto do Português. O texto será corrigido dentro de pouco tempo.

  3. Olá boa noite , gostaria de saber se estiveram este ano na fia ( início de Julho) no parque das nações ? É que adquiri um sabonete e gostaria de saber se foi na vossa banca , obrigado

  4. Adorei o “porquê”…”como”e”para quê”! Regressemos à ancestralidade!!!

  5. Aonde encontrar?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s